20 anos da Fundação Luiz Almeida Marins Filho


Os 20 anos da Fundação Luiz Almeida Marins Filho

Por Vanderlei Testa

Uma cerimônia realizada no dia 31 de outubro de 2019 no Espaço São Bento reuniu os amigos da Fundação Luiz Almeida Marins Filho-LAMF. Era a comemoração dos 20 anos da entidade criada por ocasião dos 50 anos de vida do professor Luiz Marins. Essa iniciativa de um grupo de mestres em educação de Sorocaba que conheciam o trabalho de Luiz Marins, pela sua competência e dedicação à cultura e ao ensino do Brasil. Lembro-me do “seu Luizito”, pai do professor Marins e do Marcos Marins, seu irmão com quem convivi e aprendi muito. Os 20 anos da Fundação LAMF foi instituída em 21 de setembro de 1999. Na sua trajetória como entidade, o grupo liderado pelo professor Luiz Marins, iniciou em Sorocaba um trabalho inspirador. As escolas públicas da periferia e as rurais não possuíam computadores. As 32 escolas isoladas beneficiadas pela fundação receberam laboratórios informatizados que deram início a uma mudança radical de conhecimento aos alunos pela tecnologia informatizada dos anos 90. Cada escola beneficiada passou a ter seis computadores e uma impressora. Imagine você, leitor, a alegria da criançada e adolescentes, que viam somente pela televisão esses equipamentos. Agora estava com eles à sua frente na sala de aula um equipamento real. Uma radical mudança no ensino sorocabano surgia ali. O professor Marins que já foi Secretário da Educação no município conhecia a realidade das dificuldades do ensino há muito tempo e, com a liberdade de agir pela Fundação em prol dos alunos carentes, concretizou seu sonho. Alfabetizar as crianças da periferia e da zona rural através da informática emocionou a equipe do Conselho da Fundação LAMF e os pais dos alunos, além é claro das equipes de professores de cada escola. O trabalho de conseguir os mais de 180 computadores de empresas parceiras era uma vitória não simplesmente material, mas humana. Vidas seriam beneficiadas e, no futuro, essas crianças poderiam fazer a diferença na humanidade. ‘Ensinar a Aprender’ era a meta da equipe da Fundação. A partir desse foco inovador a Fundação LAMF abriu seu olhar para eventos educativos, culturais e de comunicação.  Por exemplo, há oito anos é realizado no Teatro Municipal de Sorocabano o Projeto Diálogos, trazendo os maiores nomes em educação e consultoria do Brasil para palestras aos professores e dirigentes da Rede Municipal de Ensino. Também as chamadas “Sextas de Aprender” é um sucesso até hoje em suas variadas temáticas. Com palestras do professor Marins e de convidados, acontece nesse dia da semana verdadeiras obras primas da educação e conhecimentos empresariais, culturais e filosóficos em segmentos de interesse nas temáticas deste século XXI. Também está disponível online essas palestras dos eventos da “Sexta de Aprender”.  “As Memórias da Educação de Sorocaba” é uma das iniciativas da Fundação LAMF, com depoimentos de personagens que fizeram acontecer na cidade o melhor em ensino nas escolas municipais e estaduais. São diálogos transmitidos em Ciência, Valores, Morais e combate aos desafios das Drogas, entre outros. Testemunhos de ícones da educação em Sorocaba, como o do professor Milton Marinho Martins, com seus 96 anos de idade, na data da gravação em 2018, relatando a sua experiência no ensino. Fui seu aluno e sei como eram empolgantes as suas aulas. A Fundação LAMF continua a sua missão de ‘Ensinar a Aprender’ com a nobreza de compartilhar ensinamentos, tornando-se um ícone em projetos comunitários de educação no país. Os primeiros 20 anos passaram rápidos. Certamente, outros muitos 20 anos serão agregados à história da Fundação LAMF. As novas gerações continuarão a manter viva a chama daquela inspiração divina dos fundadores, em homenagear o professor Luiz Almeida Marins em vida, com o seu nome no patronato da Fundação. Conheço o professor Marins há muitas décadas e sei que ele busca a sabedoria de Deus para conduzir os seus trabalhos. É um cristão que assumiu pela fé, e na Igreja Católica, a formação de evangelização que transmite em suas palavras e atos em prol do ser humano. Muitos outros projetos têm a sua constante participação, como: Grupo Amigos da Santa Casa de Sorocaba, a Associação dos Dirigentes Cristãos de Empresas-ADCE, Projeto do Restauro do Mosteiro de São Bento, Santuário NS dos Remédios, Cefas, Escola de pais... Tudo isso gratuitamente em prol das comunidades de famílias integradas nos projetos. O professor Luiz Marins e sua esposa Ana Cristina Marins, filhos e, mais os membros do Conselho Superior e Diretoria Executiva da Fundação (nomes no site da entidade) constroem um mundo melhor todos os dias. Assista ao vídeo documentário dos 20 anos da Fundação LAMF, produzido pelo amigo e cineasta Carlos Freitas da Produtora Fixar. Dois vídeos documentários também foram produzidos pela Fundação em parceria com a produtora: Documentário da história do início da Faculdade de Medicina de Sorocaba e da Restauração do Mosteiro de São Bento. O Ensinando a Aprender, foco da Fundação LAMF é uma realidade que todos os sorocabanos, dirigentes empresariais e autoridades do Brasil e exterior precisam conhecer no site www.fundacaolamf.org.br . Orgulho para todos nós!

Foto: Professor Luiz Marins



Vanderlei Testa é jornalista e publicitário e escreve aos sábados no www.facebook.com/artigosdovanderleitesta e no site www.jornalipanema.com.br/opiniões
e quinzenalmente às terças feiras no Jornal Cruzeiro do Sul

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O sargento Cido partiu como um guerreiro da paz

Na véspera do Dia dos Pais, a despedida do amigo João Aguiar

Vá em paz, Bottesi !