O amigo e professor Theodoro na paz eterna




O professor de português Theodoro Mendes chegou. Esse aviso na sala de aula do Curso Ferroviário em 1961 fazia com que os alunos ficassem espertos. Eu estava entre eles. A disciplina e o respeito à língua portuguesa não podiam ser menosprezados. Exigente como professor e amigo ao mesmo tempo, Theodoro acabou se tornando um ícone da turma e um observador dos meus textos de redação.  Acompanhei sua trajetória no ensino até quando novamente fui seu aluno na faculdade. Uma admiração que já rendeu muitos elogios na rua, na quitanda do Shibata que ele frequentava e, em muitos locais quando o via passeando. Ele nunca se esqueceu dos nossos tempos. Já escrevi artigos da sua história e ele comentava comigo enfatizando ser leitor assíduo dos artigos nos jornais onde publicava. O amigo Theodoro Mendes foi admirado como advogado, promotor, deputado federal, prefeito, empresário e o que mais as pessoas viram ele se destacar em vida. Proprietário de uma área no Jardim Abaeté acabou facilitando a aquisição para a construção do Santuário de Santa Filomena. Acompanhei essa construção desde o início e sei o quanto a comunidade agradece ao Theodoro Mendes e família. Seus sobrinhos inclusive atuam lá como Ministros da Eucaristia e coroinhas. A notícia do acidente de carro que tirou sua vida neste dia 24 de janeiro de 2020 foi um impacto de tristeza e dor pela fatalidade. Seus 78 anos de vida dedicados ao bem comum jamais será esquecido. Sei que haverá muitas homenagens para ele e suas histórias relembradas entre os milhares de pessoas que estarão no seu velório no Paço Municipal: o Palácio dos Tropeiros que ele construiu acreditando no futuro de Sorocaba. Foi inovador e visionário. O alto da Boa Vista é uma realidade na cidade. Já é o novo Centro Administrativo, comercial e residencial da cidade. E foi graças a ele, Theodoro Mendes. Neste dia 25 de janeiro, dia do aniversário da cidade de São Paulo, rogo ao padroeiro São Paulo, um guerreiro amoroso de Jesus, que interceda pela vida, alma e presença do também guerreiro cristão Theodoro Mendes na sua chegada ao paraíso. Ele combateu o bom combate aqui na Terra e agora está na sua ressurreição junto aos seus familiares no céu. Vai em paz professor e amigo. Saudades! Ah, a foto que publico tem a sua imagem dos tempos de professor e a edição com o lago e cisnes representam a paz da sua nova morada.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O sargento Cido partiu como um guerreiro da paz

Na véspera do Dia dos Pais, a despedida do amigo João Aguiar