Dom Henrique "Tenho uma Missão"

Tenho uma missão



Escrevo um artigo especial neste domingo para homenagear uma das colunas da Igreja Católica.
Neste sábado 18 de julho faleceu Dom Henrique Soares da Costa. Vítima do Covid-19. Ele tinha 57 anos de idade. Neste domingo, 19, participei da missa on-line da paróquia de Cristo Rei, Mato Grosso do Sul. O celebrante padre Paulo Ricardo que acompanho em seus cursos e pregações, emocionado falou sobre dom Henrique. Eles foram ordenados após seus dois anos de diaconato em estudo em Roma. Padre Ricardo e Padre Henrique se tornaram amigos. Dom Henrique estudou no seminário diocesano até determinada época quando decidiu ingressar no Mosteiro de São Bento e posteriormente como Trapista. Devido às exigências da regra é sua debilidade de saúde, retornou ao seminário até ser chamado para completar seus estudos teológicos na Casa Pio Brasileira no Vaticano( Roma).
O Papa João Paulo II ordenou os dois padres. Dom Henrique seguiu para a sua missão no Ceará. Lá ele permaneceu na sua vocação presbiteral. Padre Paulo foi visitá-lo e o encontrou de batina como sua identidade de padre fiel ao chamado de Deus. Durante sua vida de padre até ser chamado ao episcopado, dom Henrique usou a batina como sinal de entrega total. E foi assim que na noite em que iria ser anunciado como bispo que dom Henrique sofreu um assalto em seu carro. Os assaltantes agrediram tanto o padre Henrique sangrando seu rosto como Cristo ficou na cruz. Em determinado momento o padre Henrique proclamou: “ parem com isso, tenho uma missão a cumprir”.
No mesmo momento como que expulsando os” demônios” daqueles que os agrediam ele foi libertado. No dia seguinte era o Bispo Auxiliar anunciado aos fiéis. Posteriormente foi nomeado como Bispo de Palmares, Pernambuco. Nas palavras de dom Henrique:” entregar a vida por uma causa que vale a vida” manifesta sua missão plena de amor a Cristo. É verdade! Estou nas mãos Dele! Seja Ele minha vida, seja Ele minha força, seja Ele a alegria dos meus dias e o sentido da minha existência! Dele vim, Nele vivo, para Ele vou! Seja bendito o seu Nome em mim, quer na vida quer na morte! É que Ele nunca permita que Dele eu me separei!
Hoje, como há nove anos, In Manaus Tus, Domine ( nas Tuas mãos , Senhor).
O chamado de dom Henrique à Catedral do Céu no paraíso teve um fato real nas mãos de Nossa Senhora que me faz refletir. Ele foi entubado no dia de Nossa Senhora do Carmo. Sua protetora e cuja história leva os devotos que creem no uso do escapulário e sua devoção, a ser no dia da morte serem levados no dia de sábado à sua presença com Deus. Dom Henrique faleceu no sábado. Creio que ele está nos braços de Jesus.
Dom Henrique adorava escrever para evangelizar em seu blog. Palavras de sabedoria que recomendo você amigo leitor a ler e refletir. www.domhenrique.com.br
Nossas orações à alma de dom Henrique.
Vanderlei Testa jornalista e publicitário
www.facebook.com/artigosdovanderleitesta

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O sargento Cido partiu como um guerreiro da paz

Na véspera do Dia dos Pais, a despedida do amigo João Aguiar

O amigo e professor Theodoro na paz eterna