São Bento a um passo da conquista da Série A2 pela fé

 


São Bento a um passo da conquista da Série A2 pela fé

 

O título é verdadeiro. Há mais de 14 séculos a Regra de São Bento foi e continua sendo a alma dos mosteiros beneditinos. Com confiança e fé o jovem Bento assumiu o que viria a ser um legado de disciplina para milhões de seus seguidores na evangelização do cristianismo. Em Sorocaba, cidade que nasceu nas terras de São Bento, a homenagem ao nome do santo surgiu em um time de futebol que glorificou nesta semana com a vitória do Taubaté o povo em alegria e entusiasmo. A conquista da vaga na Série A2 do Campeonato Paulista do Esporte Clube São Bento está próxima. Ela tomará conta dos habitantes de Sorocaba na próxima terça-feira, dia 22. Desde a minha infância, onde nasci na rua Santa Maria, perto do antigo estádio do São Bento, no bairro Além Ponte, pude conviver com o azulão na minha casa. Meu pai Ernesto Testa era um dos mais entusiasmados torcedores da vila. Fez de tudo um pouco naquele campo de futebol. Trabalhava na Estrada de Ferro Sorocabana e, ao sair do serviço, ia direto para ajudar na manutenção do campo e instalação dos refletores. Colaborava de corpo e alma. Cresci vendo essa camisa azul do São Bento no meu lar. Na época tinha um primo jogador do time, o Nestor Trevisan. Era profissional e titular com outros grandes craques do acesso à primeira divisão. Seu irmão, Bino Trevisan também como goleiro, deixou sua marca de competência na equipe.  Sorocaba acompanha a decisão dos jogos das semifinal da série A2.  O São Bento já passou por isso com outro time, o Confiança, que tinha dupla finalidade aos atletas e técnico do São Bento. Era  necessário ter confiança na vitória dos dois jogos para a conquista de acesso a série B, justamente contra um time que levava o nome Confiança. Uma dualidade curiosa. Acredito que a fé e a confiança na disciplina imposta pelo técnico José Roberto aos atletas naquela época em 1997, como o fez originalmente o jovem Bento, de Núrcia, ao impor suas regras, agora está nas mãos do técnico Edson Vieira. Terça-feira, (15) acabou no sucesso da conquista que os torcedores exaltaram em alta voz no estádio: “Bentão, venceu o Taubaté com o goleiro Macanhan virando herói”!

Creio também que lá onde estiver, meu saudoso pai e todos os outros “sãobentistas roxos”, estão torcendo ao lado do patrono São Bento pela proteção e conquista do sonho dos torcedores em conquistar a Série A2 do Campeonato Paulista.

 

Vanderlei Testa jornalista e publicitário escreve no www.blogvanderleitesta.com e às terças-feiras no Jornal Cruzeiro do Sul. Aos sábados no www.jornalipanema.com.br e na página do Facebook, Artigos do Vanderlei Testa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O sargento Cido partiu como um guerreiro da paz

Na véspera do Dia dos Pais, a despedida do amigo João Aguiar

O amigo e professor Theodoro na paz eterna