Eugênio Portilho e a Vila Santana


 

Filho do Eugênio Portilho continua o trabalho do pai

 

Saudoso Eugênio Portilho. Profissão fotógrafo. Qualidades: um cidadão ético e chefe de família, amigo e inspirador de muitas histórias no bairro da Vila Santana.  Sua fotografia postada por sua neta no grupo da rede social facebook “Pedaço da Vila Santana” atraiu dezenas de comentários positivos de pessoas que tiveram a oportunidade de serem fotografados por ele. O saudoso Eugênio e dona Ana foram celebrados com palavras que tocam o coração. Ele ia às casas para fazer as fotos das famílias. Ivone Teixeira Gomes manifestou: “Como não se lembrar do seu Eugênio”. “Era uma pessoa adorável”! Miriam Bortolai se recorda dos seus 15 anos de idade, a tradicional data das debutantes, mesmo que fossem em casa ou no clube. Suas fotos foram clicadas com capricho pelo Eugênio. Rose Boletti diz que ainda se lembra das suas fotografias de infância e do casamento quando o mesmo Eugênio esteve presente com a sua máquina que vivia a tiracolo para registrar os momentos inesquecíveis.

Maria Silvia Camargo, moradora do bairro conhecido também como Além Linha na época da sua primeira comunhão na Igreja de Santa Rita, fazia fila com as meninas e meninos  para o Eugênio fotografar. Uma lembrança que permanece guardada no seu álbum.  Maria Dolores Canavan tem a sua história relatada assim: eu lembro-me quando morava na rua Souza Moraes. Fui muito amiga da mãe do Eugênio. Éramos muito amigos e inseparáveis na infância. Sônya Regina Brunhara de Almeida foi mais além, citando do seu cachorro amarelo, fiel escudeiro dos passeios que o Eugênio fazia nas ruas da Vila Santana. Curiosidade, também, eu encontrei lendo os amigos citarem do terno preto impecável  do Eugênio. A neta Carla Portilho Bassamino foi quem deu a luz na página do facebook criada pelo Reinaldo Camargo de perguntar quem se lembrava do seu avô Eugênio. Ele tinha a Foto Santana, a mais tradicional do bairro. Hoje continua com a família. Adolfo Frioli historiador de Sorocaba não perdeu tempo e já solicitou a neta Carla para contar mais detalhes da vida do avô para constar entre os fotógrafos de destaque da cidade. 



Foto do filho Odair Portilho na loja

E assim, contamos mais um trecho gostoso de uma geração de amigos e familiares que preservam na sua história as lembranças do avô empreendedor.  Ele começou o seu negócio em uma profissão digna de elogios, como é o fotógrafo. Em meus artigos já enumerei muitos amigos da família Duarte e de outras de Sorocaba que criaram os seus filhos com o fruto de seus trabalhos em fotografias. Parabéns à geração do Eugênio Portilho que continuam com o trabalho do patriarca.

 


Foto digitalizada pelo Reinaldo Camargo. Imagem da capa do facebook do Grupo  Pedaço da Vila Santana

 

Vanderlei Testa jornalista e publicitário escreve aos sábados no www.jornalipanema.com.br e www.blogvanderleitesta.com e www.facebook.com/artigosdovanderleitesta

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O sargento Cido partiu como um guerreiro da paz

Na véspera do Dia dos Pais, a despedida do amigo João Aguiar

Vá em paz, Bottesi !