Os desafios dos jovens de Sorocaba no mundo

 


Os desafios dos jovens de Sorocaba no mundo

 

Já convivi com muitos pais que foram pegos de surpresa pela decisão dos filhos em estudar ou trabalhar em outros países. Um deles é o filho da Eleni e Ronaldo com destino a Portugal e depois para Londres. O Nando enfrentou os desafios do idioma, emprego, convivência em ambientes diferentes e tantos que o tempo coloca à frente dos visionários. Hoje, depois de 10 anos, sei que o Nando ocupa um alto cargo em Banco europeu e domina na sua profissão  as responsabilidades que aparecem. Casado com uma escocesa é pai e um amado filho que nunca se esquece de agradecer aos pais pela oportunidade. Nesta semana, um amigo Mário Luiz Mascarenhas contou que o filho Murilo com passaporte em mãos está de partida para Boston. Vai estudar na Tufts University. Mário fez uma declaração de amor ao adolescente que viu nascer e criar. O agradecimento a Deus pela escolha de ser seu pai derramou lágrimas no Mário e a certeza de que o ciclo da vida é assim. Maria e Luiz, filhos da amiga Sandra Varchavtchik um dia foram estudar nos Estados Unidos. Ficaram por lá nestes mais de 20 anos e já casados e com filhos, proporcionam a mamãe Sandra os netos maravilhosos. Rose Maria Del Rosário Carmem Mola Ribe Pucci e Alberto Pucci também são amigos que um dia deram aquele tchau no aeroporto internacional de Guarulhos aos filhos. Caminhos diferentes em países distantes, mas perto do coração dos pais graças às redes sociais, garantem a presença diária para saberem que estão bem em seus desafios profissionais. Com diz a Rose: “Eu amo ser mãe”!

Essa introdução com o tema de filhos em estudos no exterior me faz citar um livro que estou lendo e acompanhando os seus capítulos. O quarto capítulo é “A Missão do Casal em relação às Crianças”. Diz em um dos textos de autoria do padre Henry Caffarel que “precioso é para a criança o amor que sua mãe e seu pai lhe testemunham. Continua a reflexão que mais ainda vital, é o amor que os pais têm um pelo outro. O amor deles de esposos. Esse amor que é a fonte do seu ser permanece para a criança o pão cotidiano sem o qual ela nunca alcançará a sua plena realização”.

Creio que os pais sofrem pela ausência dos filhos em viagens de longos anos estudando e trabalhando no exterior, pela fonte ligada do cordão umbilical às suas vidas. O desapego, a liberdade e as experiências dos filhos em suas partidas doem muito aos pais que se amam. Somos um povo latino e cristão com fortes envolvimentos emocionais.

Mesmo com as dificuldades da pandemia do Covid 19 inviabilizando viagens de estudos ao exterior, ainda muitos jovens seguem esse desafio de realizarem os seus sonhos. Parece que foi ontem, mas já se passam anos. Felipe Barscevicius, filho da Rosana e do Paulo, amigos de longos tempos, já é um vencedor na melhor universidade dos Estados Unidos, o MIT. No dia 16 de junho de 2020 elaborei um artigo a respeito da sua aprovação na Universidade de Massachusetts. O Instituto de Tecnologia em Cambridge, um dos mais renomados do mundo em Engenharia Aeroespacial. E é com o Felipe, um ano depois que encerro este artigo do Jornal Ipanema, relembrando de nossas festinhas juninas nas areias de Mongaguá. Lá o Felipe quando criança e início de sua adolescência com o pai soltava as bombinhas em lata para acompanhar a subida ao céu. Hoje vê foguetes reais na sua trajetória de estudos.

 

 

Vanderlei Testa Jornalista e Publicitário escreve aos sábados no www.jornalipanema.com.br/opinoes e no www.blogvanderleitesta.com E-mail:artigovanderleitesta@gmail.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Renata e Seide, duas perdas irreparáveis

Médico Fernando de Barros Oliveira, 50 anos de missão

Gratidão de dom Julio ao padre Jesus Flores