Tereza Goes, dia 10 de outubro completa 55 anos no comércio de Sorocaba

 


Tereza Goes, dia 10 de outubro completa 55 anos no comércio de Sorocaba

 

A mocinha Tereza precisava trabalhar para ajudar a família. Nos anos 60 não havia limite mínimo de idade para começar alguma atividade no comércio. Inteligente e atenciosa nas contas que via serem contabilizadas em casa, Tereza foi uma das candidatas à função de ser Caixa numa loja de roupas. O dono Elias Cardum gostou da conversa e habilidade daquela adolescente esperta para a sua idade. Foi no dia 10 de outubro de 1966. Há 55 anos, que tudo começou na história da Tereza Goes. Ela nasceu em Pilar do Sul, distante de Sorocaba, cerca de 50 km. Nasceu no dia 22 de maio. Presbiteriana desde criança, Tereza seguiu a comunidade que frequenta até hoje com muita fé.

Aluna aplicada na escola, quando assumiu o seu trabalho de Caixa seguiu a sua inspiração vocacional de estudo na Organização Sorocabana de Ensino. Com o tempo e sua aptidão para liderar, teve o apoio do proprietário Elias para coordenar a equipe de vendas da loja especializada em roupas masculinas. O forte era a venda de camisas, que acabou dando o título e a marca do estabelecimento. Em seu crescimento profissional, Tereza prestou vestibular para a Faculdade de Administração de Empresas de Sorocaba e foi aprovada. Nada iria reter a sua competência e dedicação. É a gerente da loja há muitos anos e, como ela, mesmo diz, o Elias Cardum foi um mestre pai na sua vida.

Sua virtude de mãe e avó é manifestada em abraços e carinhos à família. Ela adora abraçar cada um em sua residência que mais parece um paraíso de tantas flores e beleza natural, em jardins, vasos de orquídeas e pitangueiras. O seu lar diz muito em paz do que a Tereza pratica nas suas atividades sociais em prol da comunidade. Como membro da Abos- Associação Beneficente Oncológica de Sorocaba, Tereza supera qualquer desafio para buscar recursos com as suas amigas e amigos da diretoria e associados. No seu trabalho, sempre há algum artesanato à venda em benefício da ABOS. Sua característica de sorrir para a vida, a leva a viajar pelo mundo, lugares que transmitem a energia positiva da natureza e principalmente aqueles cuja história sagrada vai de encontro com a sua fé cristã.

Apesar das mais de cinco décadas (55 anos) em serviços dedicados na sua existência ao comércio “O Camiseiro”, Tereza Goes, não pensa em parar de trabalhar. Ela se sente como parte daquela semente plantada por seu saudoso mestre Elias, regando diariamente, como faz com suas flores, a loja e os colegas de trabalho que a acolheu menina e jamais a decepcionaram nestes 55 anos ininterruptos de atividades. Pessoalmente, acompanho essa trajetória da Tereza há pelo menos uns 40 anos.

Arte VT

Vanderlei Testa Jornalista e Publicitário escreve aos sábados no www.jornalipanema.com.br e suas páginas na rede social.

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Renata e Seide, duas perdas irreparáveis

Vá em paz, Bottesi !

Correios presta homenagem ao Zé Maria, “Lolé”