Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2021

Zaira Dias, a chef de cozinha

Imagem
  Zaira Dias, a chef de cozinha que nasceu brilhando em Sorocaba.   O artigo desta semana no Jornal Ipanema segue a linha que aprendi com o saudoso Benedito Pagliato e o seu filho Kiko, em reconhecer os valores humanos e profissionais daqueles que se dedicam à família, ao trabalho e ao engrandecimento de Sorocaba, Votorantim e do Brasil. Vou destacar uma família sorocabana que, mesmo neste tempo difícil da pandemia do Covid-19, mantém unidas a inspiração da mãe e dos filhos no exemplo deixado pelo pai Neto Chaves. Dia 21 de setembro, data comemorativa do aniversário natalício da Zaira Dias, milhares de mudas de árvores foram plantadas no Brasil. Nesse dia, celebrado como o Dia da Árvore, a Zaira reuniu os filhos, noras, genro, netos e família do Luciano, Manoella e Carina   para cantarem os parabéns a você e festejar os seus 71 anos de plena felicidade. Só faltou o amor maior do Neto Chaves que lá do céu acompanhou com as orações da Zaira a sua gratidão de vida eterna. A Zaira fa

Shalom, Salomão

Imagem
  Shalom, Salomão Pavlosvky  19 de setembro de 2021. Uma dia marcante nas emoções e sentimentos de uma história de vida. A vida de Salomão Pavlovsky. Já escrevi vários artigos sobre esse amigo irmão de sempre. A energia entre amigos verdadeiros nunca tem apagão. A luz continua acessa eternamente. Salomão era essa luz incrível perante a sua convivência familiar, de trabalho, entre amigos, artistas, autoridades, atletas. Até Rainha, Reis e Imperadores. Com uma presença marcante de marido escreveu capítulos com a dona Meire durante décadas de felicidade. Suas filhas Tânia  e Cecília nasceram e cresceram com o DNA dos pais em amor fraterno e força de empreender. As filhas e a mãe foram inovadoras e jamais deixaram o tempo passar sem cumprir    a meta do memória do saudoso Salomão que partiu em um dia 19 de setembro. Às vésperas do começo da estação primavera e do dia da árvore. Como um jardim a sua estação inicial Vanguarda se transformou numa árvores com os seus frutos de um Sistema de Co

O apelido do Antonio Rodrigues “mixirica” fez história em Soroca

Imagem
Na última quinta-feira (16) fui a uma quitanda. Entre as frutas preferidas havia uma enorme quantidade de mexericas, atraentes pela aparência e pelo valor em oferta. E quem gosta do seu sabor levou para casa. Já tive a experiência de estar em um pomar e saborear a fruta, descascando-a com o final daquele seu perfume ácido forte nos dedos. Creio que todos os leitores já passaram por experiências de quitanda e escolhas das mexericas. Esse fato desta semana me inspirou, juntamente com a mensagem da Camila Rodrigues dos Santos, filha do conhecido “mixirica”, apelido carinhoso do soldado da polícia militar que cuidava da passagem das crianças em frente ao Instituto Santa Escolástica. Desconheço a história do seu apelido, mas imagino,   que em primeiro lugar, ele gostava dessa fruta. Também porque ganhava das crianças uma mexerica de presente. Camila disse que o Antônio Rodrigues Filho, (“Mixirica”) é um pai, avô e amigo dos melhores. Sempre com abraço amoroso, alegre e divertido, ele cont

Gratidão de dom Julio ao padre Jesus Flores

Imagem
Faleceu de COVID o redentorista e missionário Jesus Flores que batizou o menino Júlio Endi Akamine em 1962 A Igreja Matriz de São Pedro, Garça-SP, recebia no dia 30 de dezembro de 1962 o casal Teruko e Guenkio para o batismo do filho Júlio Endi Akamine. Nos braços dos pais e padrinhos o bebê Júlio com suas vestes brancas estava prestes a receber as bênçãos e unção do padre Jesus Flores. Uma data inesquecível que hoje, 12 de setembro de 2021 o arcebispo metropolitano de Sorocaba dom Júlio Akamine relata em uma carta publicada nas redes sociais. O motivo foi o falecimento no dia 11 de setembro do sacerdote redentorista    Jesus Flores, em consequência do coronavírus.  O mesmo sacerdote Jesus Flores que também participou da ordenação do padre Júlio Akamine no dia 9 de julho de 2011 na Catedral da Sé, em São Paulo, como padre assistente da ordenação.  Padre Júlio Flores é considerado um dos melhores comunicadores do estado de Goiás, segundo a mídia católica. O padre Jesus Flores tinha 88 a

Bento Narcizo

Imagem
  Gratidão a Bento Narcizo por 90 anos de vida  O Jornal Ipanema mantém semanalmente aos sábados,    a veiculação dos meus artigos com relatos principalmente de personagens que fazem história por seu comportamento ético e de respeito humano. Nas pesquisas que elaboro para descobrir esses personagens anônimos sempre surgem histórias incríveis de superação e amor ao próximo. Durante sete anos fui ferroviário. Percorri um caminho de trabalho de aprendiz a químico industrial. Conheci muita gente na ferrovia e continuo a descobrir novos companheiros que passaram pelas oficinas. O Bento Narcizo é um deles.  “Estou aqui para contar uma breve história    do meu pai”, disse Cláudio Aparecido Narcizo, atendendo a minha solicitação. Para o filho, Bento Narcizo é um simples trabalhador da antiga Estrada de Ferro Sorocabana-EFS, da qual ele    fez parte.   Nascido dia 10 de agosto de 1931 na cidade de Conchas, SP, Bento    é filho de Claudiana Maria de Jesus e de Sebastião Narcizo.  Bento Narcizo,

Viagens místicas

Imagem
  Minha s e xperiências de viagens místicas   Amanhã, d ia 8 de setembro é o Dia N atividade (nascimento)  de Maria , mãe de Jesus .   Vou contar algumas   d as minhas  experiências de peregrinações místicas  aos santuários marianos .   Quando jovem a minha referência mariana era o Santuário Nacional de  NS  Aparecida. Apesar de estar no estado de São Paulo, a cerca de 300 km de Sorocaba, só  fui conhecer esse santuário aos  30 anos de idade. Sabia pela divulgação da imprensa e relatos em família ,  como tinha surgida a aparição da imagem  de Nossa Senhora Aparecida. A visita em 1717 de Dom Pedro de Almeida Portugal  e Vasconcelos  no vilarejo ao lado  do  rio Paraíba, fez com que houvesse uma pescaria  para a recepção  ao  visitante. Domingos Alves Garcia, seu filho João Alves e Felipe Pedroso foram os pescadores escolhidos para lançarem as suas redes no rio. A pesca precisava acontecer, mas nada de peixes naquele dia. Somente surgiu um corpo de pequena imagem  na rede . Em seguida en

Professor Ney Fogaça

Imagem
  Professor Ney Fogaça, um ícone na educação de Sorocaba e na história da cidade Quem conheceu o professor Ney Oliveira Fogaça ou foi seu aluno sabe que ele teve uma vida dedicada à educação. Os seus princípios éticos de cidadania e amor à família conduziam os seus passos de integridade. Para escrever sobre esse ícone da educação sorocabana, recorremos ao seu filho Ney Fogaça e a memória de sua esposa, 94 anos. Ninguém melhor do que o filho que bebeu da sua sabedoria desde que nasceu . A começar do próprio nome Ney que carrega consigo em herança de seu pai.  O nosso homenageado, professor Ney Fogaça é natural de Sorocaba. Nasceu em 1920. Os seus pais Olinda de Oliveira Fogaça e Eurydes Fogaça ensinaram o caminho da educação como meta a seguir ao filho. O menino Ney gostava de leitura e era aplicado na escola, trazendo sempre avaliação ótima de seus professores. Com essa visão de responsabilidade, seguiu sua vida escolar até chegar a sua formatura como professor dos chamados cursos prim